Vasto portfólio para condições tropicais

Com uma visão mercadológica estratégica de longo prazo, focada em pesquisa de hortaliças realizadas em diferentes partes do mundo, o Grupo Sakata trabalha de forma contínua para atender globalmente os mais variados mercados e tipos de clima e solo.

Na faixa tropical, a companhia possui centros de pesquisas no Brasil, México, Índia, Tailândia e Indonésia. Suas filiais possuem equipes dedicadas, com a missão de fornecer sementes adaptadas geneticamente para as diversas condições de cultivo. Vale ressaltar que as regiões tropicais possuem particularidades que demandam grande atenção dos pesquisadores no desenvolvimento de cada produto. Dentre as características mais observadas estão as altas temperaturas e pluviosidades, com grandes variações climáticas em curtos períodos de tempo e sem as estações do ano bem definidas. Além disso, apresentam ainda grande incidência de estresses abióticos e bióticos, deixando as culturas mais suscetíveis às pragas e doenças.

Pensando em atender amplamente estas regiões, o Grupo Sakata tornou-se pioneiro na pesquisa e no desenvolvimento de hortaliças adaptadas para países de clima tropical, tendo consolidado um grande portfólio ao longo dos últimos anos. Como resultado destas pesquisas, centenas de produtos já foram lançados pela empresa. No Brasil, alguns dos híbridos de maior destaque para o cultivo em períodos chuvosos são: pimentão Dahra RX, melão amarelo Mandachuva, abobrinha Adele, abóbora Montana, tomate Ravena, e as alfaces crespas Valentina e Psiquê.

O trabalho de “tropicalização” da genética de hortaliças permite ainda oferecer ao mercado não somente cultivares com a melhor adaptação às condições de clima e solo locais, como também aliar a alta produtividade com o menor uso de defensivos agrícolas, o que reduz os custos de produção e contribui para o cultivo sustentável, fornecendo produtos mais saudáveis para o consumidor final. Por isso, proporcionar o melhor produto com a genética mais adaptada ao mercado sul-americano é o principal foco da Sakata Seed Sudamerica.

Boa leitura!

Romulo Kobori, Diretor do Departamento de Pesquisas da Sakata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.