Pirataria de flores: mais uma modalidade de comércio ilegal no país

Flores falsificadas, multiplicadas de maneira ilegal, são comercializadas em floriculturas e atacados, oferecendo riscos de contaminação e baixa qualidade

Você sabe se a flor que adquiriu recentemente é original? Há um golpe no mercado que tem crescido no Brasil, que consiste na multiplicação e venda ilegal de mudas de flores falsificadas. Variedades desenvolvidas por empresas idôneas são reproduzidas ilegalmente, sem a utilização das matrizes originais e desconsiderando as medidas fitossanitárias exigidas pelos órgãos de fiscalização do país, comercializadas como se fossem originais.

“Este é um problema grave, que vem acontecendo exponencialmente no território nacional, e que precisa ser de conhecimento público, uma vez que se trata de um crime de pirataria, com punição prevista em lei”, alerta Marcelo Pacotte, Diretor Executivo da Associação Brasileira do Comércio de Sementes e Mudas (ABCSEM).

Ele destaca ainda que as mudas piratas carregam consigo problemas significativos em termos de segurança, durabilidade das plantas e de facilidade de manejo para mantê-las floridas e saudáveis. “Os riscos e prejuízos ao se adquirir uma muda falsificada são muitos, não compensando o seu ônus”, afirma Pacotte.

Para alertar toda a cadeia produtiva e de comercialização, a ABCSEM está promovendo ações para o combate à pirataria no mercado de flores, em especial relacionadas à variedade SunPatiens®, uma flor que passou a ser recentemente o principal alvo de falsificadores, cujo registro pertence à empresa de sementes Sakata.

De acordo com Carlos Amano, Coordenador de Flores da Sakata, companhia que detém a patente da SunPatiens®, dentre as principais ações que estão sendo realizadas para conter a pirataria da flor, estão materiais que tratam dos riscos que a prática oferece para produtores e consumidores, com divulgação tanto nos meios online (mídias sociais e website), quanto offline (por meio de flyers e faixas em locais estratégicos, como nas Centrais de Abastecimento e no Mercado de Flores Ceaflor). “Uma das ações mais importantes foi a criação de um selo de originalidade que é fixado em todo vaso de SunPatiens® original. O selo possui uma marca d’água, que só é vista com luz especial, o que facilita a identificação em caso de suspeita de pirataria”, explica o profissional.

Vale ressaltar que dentre os principais riscos ao se adquirir mudas falsificadas estão a contaminação e proliferação de fungos, bactérias e vírus, pois as mudas falsificadas servem como transporte destes micro-organismos ao jardim; plantas menos duráveis, que não possuem resistência ao sol pleno; grande porcentagem de flores defeituosas e menor quantidade de flores por planta; além de desuniformidade no florescimento e crescimento das plantas, causando sua mortalidade.

A produção e a aquisição de material pirata é crime, sendo necessário que o comprador fique sempre atento e exija do ponto de venda a planta original, para ter mais segurança, durabilidade e beleza em sua casa e/ou jardim.

Saiba mais sobre a SunPatiens® na página do Facebook (SunPatiens Brasil), Instagram (@sunpatiens_br) ou no website www.sunpatiens.com.br.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.