Participantes da etapa de campo contam sua experiência no iField

Veja os depoimentos de participantes que estiveram presentes no campo do Sakata iField e conferiram de perto o desempenho dos principais destaques da empresa para o mercado de hortaliças.

“Achei o evento muito interessante. A gente que está na ponta, sempre busca por produtos de qualidade e o que a Sakata está trazendo aqui é exatamente isso, apresentando variedades resistentes e com grande responsabilidade para atender as demandas do consumidor final. Ao longo dos anos, notamos que o consumidor está cada vez mais exigente, procurando novas variedades e produtos diferentes para comprar, mas sempre visando a qualidade. Acabou aquele tempo em que o consumidor buscava somente preço no hortifrúti, hoje ele quer muitas variedades e produtos com grande qualidade, que irão satisfazer as suas necessidades no dia a dia. Outro ponto importante que a Sakata desenvolve em seu portfólio é o shelf life maior, que faz com que as hortaliças aguentem melhor o transporte e ainda cheguem com grande vida útil na mesa do consumidor. Aqui no evento o que mais me impressionou foram os pimentões coloridos (Taurus e Camaro) e o mix de tomates, que estão com um padrão excelente”.  Marcos Vinícius Almeida Congio, comprador na área de Hortifrúti do Supermercado Moreira de Goiânia (GO) 

 

“Sou produtora de melancia e abóbora há mais de 15 anos e cliente da Sakata há alguns anos e estamos plantando a melancia Olímpia e abóbora Montana, lançamento da empresa. Nossa experiência com a abóbora Montana foi excelente, inclusive tivemos um resultado espetacular, devido à alta qualidade do fruto em relação à espessura, coloração e massa, que atendem os requisitos do consumidor final. Aqui no campo, me chamou bastante a atenção o tomate do tipo Grape, cujo consumo tem crescido muito e que vai muito bem em saladas e pratos fitness, com alto valor agregado no mercado e, por isso, já o visualizo como uma próxima oportunidade de negócio. Como produtora rural e digital influencer, acredito que as mídias digitais são uma ferramenta ótima para os produtores expandirem seus negócios. Fizemos uma experiência com a divulgação dos nossos produtos nas mídias sociais e conseguimos muitas parcerias, abrangendo mercados que nem conhecíamos, como o da Argentina, por exemplo”.Analívia Nicolau de Lima Curado, produtora rural e digital influencer de Uruana (GO)

 

“Sou cliente há mais de 10 anos da Sakata e já participei de outros dias de campo da empresa.  Produzo melancia e abóbora e vim em busca de mais conhecimento e novidades. Já cultivo a abóbora Montana e agora plantei também a nova melancia Galápagos. A qualidade dos produtos da Sakata é excelente, o pessoal tem gostado muito da abóbora e da melancia. A aceitação no mercado está show! A abóbora, de modo especial, está fazendo muito sucesso, porque tem uma polpa bem espessa, uma coloração bonita, bem escura, o fruto é de um tamanho bom e não apresenta muito enrugamento, além de ser bastante produtiva e resistente a algumas doenças de campo”.  Márcio Curado Júnior, produtor de Uruana (GO)

 

“Produzo um mix de 45 tipos de hortaliças. Sou cliente da Sakata há 10 anos e meu sogro já é cliente da empresa há mais de 30 anos, desde quando começou o cultivo de folhosas. Hoje eu cuido da parte comercial e vim ao evento para buscar as novidades e repassar para ele. Trouxe ainda um cliente nosso para que ele também possa conhecer o sistema de cultivo, pois isso agrega bastante valor. Vi muitos lançamentos que me interessaram e que pretendo adotar no meu campo. Fiquei muito entusiasmado com os pimentões Taurus e Camaro, foram os produtos que mais gostei. Lá em Brasília, plantávamos muito pimentão, mas paramos. Agora, acredito que seja uma boa oportunidade para voltarmos a cultivar pimentão de novo, com estes materiais da Sakata”.  – Michel Matsuda, produtor de Planaltina (DF)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.