Palavra do Produtor – José Antônio Pan de Mogi-Guaçu (SP) 

Dois tomaticultores, clientes da Sakata, encontraram no portfólio da empresa as variedades ideais para os seus negócios. Ambos buscavam cultivares que proporcionassem mais segurança na produção e um bom pós-colheita, a fim de que os frutos tivessem firmeza e maior durabilidade para transporte a longas distâncias. Duas características fundamentais, já que ambos produzem no estado de São Paulo, porém, comercializam mais de 80% de seus produtos para a região Sul do país.
Para o produtor José Antônio Pan, sócio de seu irmão no Sítio Boa Vista, localizado em Mogi-Guaçu (SP), a variedade de tomate Valerin se adequou muito bem a estas necessidades. Ele buscava um material com ótima tolerância a doenças e pragas, já que a região de cultivo é bastante afetada por estes problemas, além de frutos firmes e com grande durabilidade pós-colheita.
“O tomate Valerin possui um fruto firme, uniforme e bem graúdo, que não se abala fácil, principalmente durante o transporte até o consumo. Mesmo depois de 15 a 20 dias da colheita, ele não perde a qualidade. Chega inteiro e bonito, mantendo a ótima coloração e firmeza desde quando saiu daqui da roça. Outro diferencial é o seu sabor, bastante apreciado pelos consumidores”, enfatiza.
O produtor possui atualmente 330 mil plantas de Valerin e colhe, em média, 1.300 caixas por dia. Sua venda é quase toda destinada para atacadistas, sendo 80% da produção escoada para os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Ele é atendido pelo distribuidor Tomatec e garante que recebe um ótimo atendimento da empresa no local. “Eles sempre me atendem com segurança, dão um respaldo muito bom, com orientações desde a escolha da variedade até a nutrição, entre outras coisas, me ajudando como um todo”, conclui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.