O promissor mercado da beterraba

A beterraba é uma das principais hortaliças cultivadas na América do Sul, sendo que a variedade do tipo “mesa” é a mais consumida, com suas raízes já maduras. Além deste, existem ainda outros tipos, como as forrageiras e açucareiras, muito utilizadas na América do Norte e na Ásia para produção de álcool combustível e de açúcar.

O consumo regular da beterraba de mesa pode prevenir determinadas doenças relacionadas ao estresse oxidativo no corpo, como alguns tipos de câncer.

Raízes que permanecem tenras após o cozimento, com sabor suavemente adocicado e ausência de estrias ou anéis brancos indicam a alta qualidade da beterraba.

As folhas também podem ser consumidas e são altamente nutritivas, pois são ricas em ferro, sódio, potássio, vitamina A e vitamina do Complexo B, apresentando níveis significativamente maiores quando comparados aos das raízes. Isso reforça a importância do total aproveitamento da hortaliça. O consumo de folhas e talos já mostra uma tendência de aumento, especialmente em mix de folhas para salada, junto a outras hortaliças do segmento baby leaf.

Na última década, houve um aumento na demanda não apenas para consumo in natura, mas também para o beneficiamento em indústrias de conservas e alimentos infantis. A raiz tuberosa de cor vermelho-arroxeada da beterraba se deve à presença de betalaínas. As betalaínas são pigmentos hidrossolúveis, divididos em duas classes: betacianinas (cor vermelho-violeta) e betaxantinas (amarelo-laranja), caracterizando a coloração típica das raízes. As betalaínas foram um dos primeiros corantes naturais a serem empregados nas indústrias de alimentos. Além das propriedades colorantes, as betalaínas são apontadas como uma nova classe de antioxidantes dietéticos, principalmente por sua capacidade de sequestrar radicais livres. Por isso é muito comum a utilização da beterraba como corante em sopas desidratadas, iogurtes e “catchups”.

Devido a todas estas propriedades, aos poucos, a beterraba tem se tornado uma hortaliça cada vez mais importante e comum na alimentação cotidiana. Este é atualmente um segmento de mercado bastante promissor, que tende a crescer significativamente nos próximos anos. Por isso, a Sakata Seed Sudamerica segue investindo fortemente em pesquisa e no desenvolvimento de novas variedades de beterraba para ampliar ainda mais o seu portfólio de produtos para esta cultura, que já conta com híbridos de ótima aceitação comercial, como a beterraba Comaneci (vide Matéria Especial, nesta Edição do Informativo).

Boa leitura!

Heriton Felisbino, Gerente de Produtos da Sakata Seed Sudamerica

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.