Antônio José Martins Pereira, de Croatá (CE)

O produtor Antônio José Martins Pereira, de Croatá (CE), apostou no cultivo das variedades Dahra R e Dahra RX desde os seus lançamentos. Ele viu as variedades pela primeira vez em um dia de campo realizado em sua região e, desde então, não parou mais de produzi-las em sua propriedade, o Sítio Andrade.

Pereira, que é produtor de hortaliças e cliente da Sakata há mais de 10 anos, conta que desde o início optou por alternar o cultivo entre Dahra R e Dahra RX, devido às características climáticas da sua região. “Utilizo o Dahra RX no período mais chuvoso, por ser mais resistente a bactérias, e Dahra R nas outras épocas, porque de acordo com o período, uma fica mais interessante do que a outra e assim consigo ter uma produtividade melhor. Desta forma, consigo produzir pimentões durante o ano todo”, garante.

Outro diferencial destas variedades, de acordo com o produtor, é a menor necessidade de pulverizações nas plantas ao longo de toda a produção, gerando uma boa economia no manejo também. “Estes pimentões precisam de um menor número de aplicações de produtos, principalmente o Dahra RX, sendo bem diferente dos concorrentes”, aponta Pereira. Atualmente, ele cultiva em torno de 40 mil plantas por mês e destaca que o mercado aceita muito bem os produtos, por conta do padrão de frutos.

A produção do Sítio Andrade é distribuída principalmente para a Ceasa de Fortaleza (CE), além de alguns outros pontos regionais de comercialização. “Futuramente, pretendo passar a trabalhar também com o nicho dos produtos já embalados, para distribuir de forma direta para os supermercados”, afirma Pereira.

Sobre o suporte da empresa e dos distribuidores Cultivar Agrícola e Crop Agrícola, o produtor ressalta que “os profissionais estão sempre bem próximos para o que precisar no atendimento”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.