50 anos de Sakata: as mãos que escreveram esta história, plantam hoje o nosso futuro

Muitas ideias, motivação e forte trabalho em equipe. É assim que começamos o ano de 2018. Um ano mais do que especial, quando a Sakata Seed Sudamerica celebrará seus 50 anos de história e atuação no mercado sul-americano.

E para celebrar este importante marco, a companhia está preparando uma série de eventos comemorativos que envolverão todos os elos que compõem esta aliança de sucesso, responsáveis por contribuírem de forma ímpar para a projeção da marca Sakata como uma referência de confiança e qualidade no mercado.

Ao longo de sua trajetória, a Sakata sempre primou pela inovação e excelência no desenvolvimento de novos produtos, mas sem perder o foco na segurança e na sustentabilidade de seus negócios. Por isso, cresceu e evoluiu de mãos dadas com o produtor, oferecendo variedades resistentes e altamente produtivas, e entregando  hortaliças cada vez mais saborosas e nutritivas ao consumidor.

A Sakata empenha-se incansavelmente em um processo de melhoria contínua, ciente de que os bons resultados se conquistam com o trabalho e a dedicação de muitas mãos: clientes, fornecedores, colaboradores e agentes das cadeias de produção e distribuição. Juntos, agregamos continuamente, valor ao negócio, trazendo novas perspectivas que impulsionam, cada vez mais, o desenvolvimento de novos produtos e serviços de qualidade para o mercado.

Que venham as comemorações dos 50 anos da Sakata!

Boa leitura a todos!

Paulo Koch, Diretor de Marketing da Sakata

Robella 2 Pink, o Lisianthus da vez!

No mês de fevereiro, a Sakata recebeu a visita do Gerente Mundial de Lisianthus da Sakata Seed Corporation, Yuzuru Hotta. O profissional veio ao Brasil para conhecer os principais centros de comercialização de flores e ornamentais do país, como o Veiling, em Holambra (SP), e as Centrais de Abastecimento (Ceasas) da região. A ocasião possibilitou ainda a visitação a diversos produtores de Lisianthus, de modo especial, de Lisianthus Robella 2 Pink, variedade que apresentou excelente performance de produção nos campos brasileiros.

De acordo com Roberto Oki, Gerente de Flores e Plantas Ornamentais da Sakata, o Robella 2 Pink é a principal variedade no seu segmento, indicada para plantio de meia estação. “Esta cultivar possui uma planta vigorosa, com alta tolerância a doenças fúngicas. É bastante florífera – excelente para produção de “buquezinho” –, apresentando flores de tamanho médio e de coloração rosa clara”. Oki enfatiza ainda que “suas características agronômicas proporcionam um alto rendimento aos produtores e tornam esta flor muito apreciada tanto por consumidores, como por decoradores”.

Dia de Campo Verão 2018 reúne mais de 60 produtores no Cinturão Verde de São Paulo

No mês de fevereiro, aconteceu o Dia de Campo Verão 2018, promovido pelo distribuidor Yoshida & Hirata em parceria com a Sakata, no município de Biritiba Mirim (SP), localizado no Cinturão Verde de São Paulo. O evento, que reuniu mais de 60 produtores da região, apresentou aos participantes as cultivares mais adaptadas para produção durante o período mais quente do ano, fruto do trabalho de pesquisa da empresa no desenvolvimento de produtos adaptados às condições tropicais de cultivo.

No local, os produtores tiveram acesso a informações sobre as variedades ideais para uma maior rentabilidade durante a safra de verão, além de dados sobre o posicionamento regional de mercado de cada um destes produtos. Os grandes destaques foram as alfaces Dora (Americana), Larissa (Lisa) e Angélica (Mimosa), além do espinafre japonês Pina, do rabanete Ready e do coentro Santo, todas cultivares testadas e aprovadas pelos produtores da região do Alto Tietê.

O público presente ainda teve acesso aos lançamentos da empresa, como a alface crespa Jade e a mini couve-chinesa Sayuri. A variedade Jade promete ser uma excelente opção para cultivo durante o ano todo, com alta rusticidade e excelente aceitação pelos principais compradores. Já a cultivar Sayuri, outra grande novidade, concilia facilidade na produção com ótimo sabor e apresentação visual.

O distribuidor Yoshida & Hirata, reconhecido como grande difusor de tecnologias, também apresentou novos insumos que podem maximizar a produtividade das variedades, com linhas de fertilizantes inteligentes e defensivos biológicos, que já estão disponíveis para aquisição no mercado.

Alface Jade: versatilidade e alta crespicidade

A alface do tipo Crespa é a folhosa mais consumida pelos brasileiros, sendo um segmento de mercado bastante oportuno para diversos produtores de todo o país. Há alguns anos, a Sakata detém a liderança deste mercado, graças ao seu know-how no melhoramento e desenvolvimento de variedades com as principais características comerciais e de consumo demandadas por produtores e consumidores.

Visando fortalecer ainda mais esta liderança no país e oferecer uma nova opção de variedade para o segmento de alface do tipo Crespa, a Sakata acaba de lançar a Jade, cuja versatilidade é o seu grande ponto de destaque.

A nova variedade possui grande quantidade de folhas do mesmo tamanho, o que facilita a comercialização de diferentes formas, atendendo de forma satisfatória o mercado de alfaces higienizadas e/ou processadas. Outros diferenciais são:

– Excelente qualidade visual, com uma planta grande e volumosa;

– Coloração verde brilhante;

– Alta crespicidade das folhas.

Altamente adaptada às condições tropicais de cultivo e com ampla janela de plantio, a alface Jade pode ser cultivada tanto em campo aberto, quanto em sistema hidropônico. Possui ainda resistência ao pendoamento precoce e queima de bordos, agregando precocidade e resistência às principais raças de Míldio presentes no Brasil (1 a 16, 21 e 23) e a Pythium. Possibilita ainda flexibilidade na colheita, pois as plantas mantêm o padrão comercial por muito mais tempo.

Palavra do Produtor: Nelson Makoto Harano, de Salesópolis (SP)

O cultivo de hortaliças já é uma tradição na família do produtor Nelson Makoto Harano, cujo ofício foi herdado de seu pai há 35 anos. Desde 1983, quando Makoto assumiu as atividades em seu sítio, no município de Salesópolis (SP), o carro-chefe da produção tem sido o plantio de folhosas, principalmente de alfaces. O produtor explica que a alface representa 75% do seu negócio, somando todas as variedades produzidas, sendo que a tipo Crespa corresponde à metade de toda essa produção, responsável pela maior parte de suas vendas.

Cliente da Sakata desde a década de 80, quando a empresa ainda era Agroflora, Makoto já trabalhou com diversas variedades desenvolvidas pela companhia, sendo que atualmente utiliza as sementes das cultivares Carmim (Crespa Roxa), Larissa (Lisa), Angélica (Mimosa), Isadora (Crespa) e Valentina (Crespa), produzidas todas em campo aberto e com mulching.

Recentemente, Makoto passou a testar também em sua propriedade a variedade Jade, lançamento da Sakata para este ano, que promete se destacar no segmento de alfaces do tipo Crespa. O produtor conta que durante a produção o que mais chamou a sua atenção foi a precocidade e a quantidade de folhas da nova cultivar. “A colheita mais precoce do que outras variedades e o grande volume de folhas por pé, com maior rendimento por cabeça, são com certeza as duas características mais marcantes da alface Jade. Além disso, por possuir folhas ainda mais crespas do que as demais alfaces do mesmo segmento, faz com que ela se destaque na hora da comercialização”, afirma.

Satisfeito com os resultados iniciais do plantio da alface Jade, o produtor diz que pretende continuar plantando a variedade nas próximas safras. “Sempre estou cultivando de três a quatro tipos de alfaces crespas, devido à grande procura do mercado, e com certeza quero manter agora esta variedade em minha produção, pois possui diferenciais muito interessantes”, garante. Makoto trabalha com logística e comercialização próprias, realizando entregas diretamente para mercados, supermercados, quitandas, varejões e sacolões na cidade de São Paulo e em municípios do Vale do Paraíba.

Vale destacar ainda que além de cliente, Makoto também é parceiro nos eventos locais da Sakata e do distribuidor Yoshida & Hirata, empresa que o atende localmente, oferecendo suporte à campo e repasse de novos materiais para testes. O produtor conta que já participou de eventos da empresa cedendo o seu sítio para a montagem de campos demonstrativos para a produção de novas variedades.