Novos tomates Veloster e Matinella já se destacam em seus segmentos

Recém-lançadas pela Sakata, as variedades refletem o compromisso da empresa com o sucesso do produtor, entregando os atributos de produção mais desejados pelo setor.

Maior produtividade e maior nível de segurança na produção são, atualmente, os requisitos mais demandados pelos produtores, especialmente pelos que se dedicam ao cultivo de tomate. No cenário atual da tomaticultura no Brasil, busca-se cada vez mais a eficiência e eficácia na gestão da produção. Isto se deve à elevação dos custos de produção, ao longo dos últimos anos, bem como a uma demanda de consumo moderada, na qual se observa a prática de preços muito próximos aos dos custos de produção, conferindo uma grande redução nas margens de lucro.

Diante deste cenário, para atender as novas exigências de produção do mercado de tomate, a Sakata acaba de lançar as variedades: Matinella (Italiano Indeterminado) e Veloster (Santa Cruz Indeterminado). Ambos possuem como grande vantagem competitiva, a elevação do nível de produtividade e segurança no cultivo, quando comparadas às demais variedades do mercado.

Na frente com o Veloster

Como o próprio nome sugere, o tomate Veloster possui ciclo precoce de produção, que permite antecipar a colheita em torno de 10 dias em relação aos demais produtos do segmento. De acordo com Gustavo Veiga, Gestor de Produtos da Sakata, “com uma planta altamente generativa, o novo híbrido da empresa apresenta frutos graúdos e de primeira qualidade, agregando valor também na classificação. Tais características conferem uma vantagem competitiva bastante interessante do ponto de vista comercial, pois possibilitam a redução do tempo de retorno sobre o investimento, permitindo ao produtor pagar rapidamente os custos de produção”, explica.

Aliado ao menor tempo de exposição do produto a campo, devido à precocidade, outra vantagem importante do material é a maior segurança no cultivo devido à alta resistência a bacterioses, importante em condições chuvosas, bem como à alta resistência ao Geminivírus e ao Vira-Cabeça.

Mais produtividade com o Matinella

Já o novo tomate Matinella é considerado a melhor opção em termos de rendimento e classificação de frutos para o segmento. “Com uma planta bastante balanceada e equilibrada, o híbrido possui predisposição sem igual para produzir um grande volume de frutos, de maneira que, além do alto pegamento e dos entrenódios muito curtos, ainda é possível observar na fase de capação, uma quantidade maior de pencas por planta, gerando assim um precioso diferencial de rendimento e produtividade, proporcionando maior rentabilidade para o produtor”, salienta Veiga.

Outra característica de destaque do Matinella é o seu ótimo desempenho em período chuvoso, devido ao fato de agregar alta resistência a bacterioses, manchas e rachaduras, evitando assim perdas na produção e deformidade nos frutos.

Para saber mais sobre estes produtos, consulte o corpo técnico da Sakata, bem como os distribuidores parceiros da sua região.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.